Este monumento de câmara poligonal de oito esteios e corredor tem uma história única no âmbito da Pré-História portuguesa.

Depois de muitos estudos arqueológicos, acredita-se que terá sido alvo de complexos rituais há cerca de 6700 anos, nomeadamente no momento de encerramento do sepulcro. Terá sido feita uma enorme fogueira no centro do monumento que atingiu 1125 graus de temperatura, tendo derretido algumas pedras da construção, vitrificando-as. É, ainda assim, possível observar vestígios de um sol no esteio à direita do esteio de cabeceira. Os vestígios recolhidos desta Orca estão, atualmente, no Museu de Arqueologia do Alto Paiva, em Vila Nova de Paiva.

  • Entrada Gratuita
  • Acesso Livre
  • Condições de acesso - Caminho rural
  • Estado de conservação - Bom