“A magnificência da Igreja da Misericórdia marca o Adro da Sé e toda a paisagem da cidade. Esta igreja foi edificada no século XVI e assumiu, posteriormente, características rococós e neoclássicas, fruto de requalificações no século XVIII. Comece por reparar na fachada, com o pórtico encimado por uma varanda de sacada e as janelas decoradas com frontões. Já no interior, a severidade e simplicidade ganham peso. Não há dourados na talha, surpreendentemente, e a imagem de Nossa Senhora da Misericórdia apresenta-se como o ex-líbris do templo. Não deixe, ainda assim, de reparar no órgão de talha dourada na parede norte nem no Museu da Misericórdia, o núcleo museológico da Santa Casa da Misericórdia de Viseu. Além da história da Irmandade, a coleção de arte sacra e de pinturas dos séculos XVII, XVIII e XIX são, sem dúvida, a joia da coroa. Aprecie, ainda, a bandeira de procissão da Misericórdia de Viseu, da autoria do pintor local José de Almeida Furtado (o Gata).”

  • Entrada Paga - Museu (bilhete normal: 1,50€; crianças até aos 12 anos não pagam)
  • Acesso Aberto ao Público (de terça-feira a domingo; verão - de maio a outubro 10h00 – 12h30 | 14h00 - 17h30; inverno - de novembro a abril - 14h00 - 17h30 (terças); 10h00 – 12h30 | 14h00 - 17h30 (quarta a domingo)
  • Condições de acesso - Centro histórico; Via pavimentada
  • Estado de conservação - Excelente
  • Classificação - MIP - Monumento de Interesse Público