D. Manuel deu a Tavares um foral novo, em 1514, e, por isso mesmo, foi aqui construído o pelourinho de Chãs de Tavares, que ainda se mantém no largo com o mesmo nome, em frente à antiga cadeia e tribunal da comarca. Este assenta sobre um soco de três degraus oitavados, de rebordo.

É ainda de ressalvar que dois dos colunelos são recentes, datados, provavelmente, do restauro que o monumento sofreu nos anos quarenta do século XX.

  • Entrada Gratuita
  • Acesso Livre
  • Condições do Acesso - Via pavimentada
  • Estado de conservação - Bom
  • Classificação - IIP - Imóvel de Interesse Público