Resultado de contribuições arquitetónicas dos séculos XVI ao XVIII, a Igreja Matriz de Oliveira do Conde surpreende pela riqueza do pormenor presente na talha dourada do retábulo joanino da Capela Mor.

Mas a joia desta coroa é mesmo o túmulo de Fernão Gomes de Góis, camareiro-mor de D. João I. Assenta sobre quatro leões e está repleto de pormenores esculpidos em pedra, de onde se destaca a imagem de Cristo Salvador, ladeado pelos quatro Evangelistas. Fernão Gomes de Góis surge deitado por cima do túmulo, segurando a sua espada.

  • Entrada Gratuita
  • Acesso por Marcação (no Museu Municipal Manuel Soares de Albergaria)
  • Condições do Acesso - Via Pavimentada
  • Estado de consevação - Excelente
  • Classificação - MN - Monunento Nacional